Qual é momento certo para ingressar em uma pós graduação?

Qual é momento certo para ingressar em uma pós graduação?

A graduação e você não sabe se foca no trabalho ou aproveita o pique e cai de cabeça em um novo curso. Mas como saber qual o melhor momento para começar uma pós-graduação? Nesse momento, uma auto avaliação é fundamental, isso porque a decisão depender bastante do seu perfil.
Para aqueles que querem trabalhar dentro de uma empresa ou se aprofundarem na profissão, vale escolher um curso de especialização lato sensu, ou seja, mais direcionado à atuação profissional, que pode ser feito logo após o término da graduação. Mas se o objetivo for realizar pesquisas dentro das universidades, por exemplo, é possível optar pelos cursos de especialização stricto sensu, como mestrados e doutorados, que enfocam em seus currículos disciplinas de pesquisa e didática. Por serem um complemento aos cursos universitários, em ambos os casos, é possível ingressar na pós logo após o fim da graduação.
Segundo especialistas na área, esse é um bom período para ingressar em um curso de especialização já que os alunos recém-formados costumam estar mais bem adaptados ao ritmo de estudos e leituras. Além do mais, como estão em início de carreira, conseguem encontrar mais tempo livre e disposição para se dedicar às atividades da pós.
Mas, se o objetivo for o crescimento na carreira dentro de uma empresa para ocupar cargos gerenciais, uma boa sugestão é o MBA (Master of Business Administration) , um curso de pós graduação de caráter mais prático, voltado às áreas de gestão. Nesse caso, o recomendado pelos padrões internacionais é que os alunos já tenham um mínimo de 3 a 5 anos de experiência profissional para ingressarem no curso. “Os alunos que já estão há algum tempo no mercado de trabalho conseguem ter uma experiência mais rica no MBA, alimentando tanto a vida acadêmica, quanto a profissional”, explica Leandro Morilhas, diretor geral da FEI.
Após o MBA, ou para profissionais com muitos anos de carreira, é possível ingressar em um mestrado profissional, voltado para aqueles que querem dar um novo rumo na carreira, seja dando aulas, ou criando seu próprio negócio. No mestrado profissional a parte teórica é mais densa do que a de um MBA, mas ainda assim, voltada para questões profissionais.
Para o orientador profissional Silvio Bock, a pós graduação ainda pode funcionar em qualquer época para corrigir ou dar novos rumos a uma carreira. Por exemplo, um advogado que descobre nos primeiros anos da profissão que quer se aprofundar em questões ambientais, pode, a qualquer momento, fazer uma pós-graduação em gestão ambiental e unir os conhecimentos de ambas as áreas para criar um novo campo de saber. O mesmo movimento pode ser feito com a escolha de uma segunda graduação em outra área.
O importante, segundo Silvio, é entender o seu próprio ritmo e suas necessidades sem se afetar pela pressão de colocar mais um item no currículo. Embora alguns alunos já saiam da graduação sabendo em que área gostariam de se especializar, muitos preferem ter um primeiro contato com o mercado de trabalho antes de escolher a pós. “Mais do que o ingresso rápido em uma carreira, é fundamental que as pessoas respeitem seu tempo de amadurecimento profissional e entendam aonde querem chegar com determinada formação, evitando assim, que a pressão do mercado por um currículo recheado decidam por você o melhor rumo a ser seguido.”, complementa o orientador.
 
Fonte: Guia do Estudante