A importância do curso técnico no mercado de trabalho

A importância do curso técnico no mercado de trabalho

O mercado de trabalho cresce e vem sentindo a falta de trabalhadores qualificados. Hoje são 200 mil postos de emprego que não são preenchidos por falta de um profissional qualificado para o cargo, cerca de 60% dos jovens que concluem o ensino médio não ingressam no ensino superior. O ensino técnico é o caminho mais curto para o mercado de trabalho com perspectivas de ingresso ao ensino superior.
O crescimento dos Cursos Técnicos é um fator favorável para a educação e bastante estimulante como forte preparação para o mercado de trabalho, ela já é vista pelos estudiosos da educação como ponte para o Ensino Superior.
“Hoje, pesquisas mostram que 80% dos alunos com formação técnica têm conseguido boas colocações e melhor reconhecimento nas empresas”, afirma Carlos Augusto de Maio, diretor da Escola Técnica Estadual de São Paulo – ETESP – vinculada ao Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza.
Os Cursos Técnicos são ótimos, pois possibilitam a entrada mais rápida no mercado de trabalho. Muitas vezes profissionais formados por esses cursos conseguem mais oferta de empregos e estágios do que recém formados em ensino superior.
Os cursos técnicos possuem características favoráveis para o estudante e o mercado de trabalho. Geralmente são rápidos com duração média de 1 ano e meio, possuem um custo baixo que variam em média R$ 280,00 dependo da região, e o enfoque do curso é pratico devido ser voltado para o mercado de trabalho.
O salário de um profissional técnico depende da profissão e região do país, mas a média pode variar ente R$ 900,00 até R$ 2.000,00.
Fonte: administradores.com.br